22 dezembro 2014

Promessas...



Fim de ano chegando, tempo de refletir, sobre a caminhada... 
Os amigos com os quais cruzamos... 
Aqueles que estiveram ao nosso lado; os presentes em nosso pensamento; os distantes porém presentes no lado esquerdo do coração! Pensar em como agimos, quantas vezes demos o nosso melhor, seja para si, ou para os que nos cercam...

Refletir sobretudo acerca de nossas atitudes, nossa relação com o mundo...
Fizemos a diferença é vamos deixar nossa marca, ou seremos apenas mais um na multidão? Rimos, sonhamos e lutamos pelo que desejávamos? Ou somente nos acomodamos em um papel de vítima, sem tomar atitude e só reclamando da vida?
De qualquer forma, é chegada a hora do término de mais uma etapa da caminhada, e de planejar qual roteiro será escrito na folha em branco da próxima! E de tomar a mais importante das decisões, seremos mero espectador do palco da vida, ou atores e diretores compondo uma peça? Quais promessas - tantas delas - listaremos como prioridade cumprir e quantos sonhos deixaremos pelo caminho? O quanto disporemos de nós, visando transformar sonhos em ações? 

Até que ponto estaremos dispostos a lutar pelo que se acredita? Que a magia do "espírito de Natal" nos permita, além de paz e boa vontade, a fé e a determinação de tomar as rédeas de nossas vidas! Fazer promessas - não as vazias, ou as de sempre - mas com o compromisso de traçar metas e alcançar objetivos. Que seja infinita a "caneta" ou o "lápis" para escrever belas histórias na folha em branco. 

E que os pequenos deslizes, ou sofrimentos que porventura vierem a surgir, não se tornem obstáculos a sobrecarregar o caminho! Assim como não sejam motivo de desânimo e desistência! Cabe destacar que só a cada um compete traçar os rumos de sua caminhada... E que rumo à 2015, caminhemos com perseverança, comprometimento e muita fé. Doando o melhor de si, rumo às vitórias e sem vínculo com promessas vãs! Boas Festas, Feliz Ano Novo!!!!

25 novembro 2014

Loucos Por Café



Café é tão bom que até os astronautas fizeram por onde criar-se uma máquina que os permita apreciar a bebida na imensidão do espaço! Um cafezinho é sempre bem vindo pra repor energias, reunir amigos, agradar uma paquera...

E quantos momentos marcantes a famosa bebida não esteve presente. Forte, moderado ou fraco, há quem não o dispense, abrindo mão de um doce, ou da apetitosa comida, só pra guardar um espaço, um tanto quanto sagrado, para o cafezinho!

Frio ou quente, meia xícara ou uma inteira, ou ainda uma garrafa térmica completa, difícil não notar o semblante de alegria dos loucos por café! E gostam tanto que até a balinha tem de ser de café! E os acompanhamentos? Chocolatinho, biscoito amanteigado ou de nata, Míni- brigadeiro, wafer com ponta de chocolate, chantilly... Hum... Já deu água na boca!

E se for o cappuccino kopenhaguen então... Sem palavras exatas para descrever! Arrisco-me ao exagero de comparar com uma experiência divina, sobrenatural! Não perca tempo, experimente o seu e curta o singelo momento delicia!!!

24 novembro 2014

Cartões de Natal



Talvez seja nostalgia, quem sabe? Mas nada se compara à alegria de receber um cartão de Natal! É deveras gratificante ver que outra pessoa dispensou um pouco de seu precioso tempo, procurando um cartão fofo que lembrasse você, e depois as palavras exatas de modo a lhe evocar as mais singelas emoções! Ok, que mandar uma breve mensagem via e-mail, rede social ou WhatsApp é mais rápido e prático! É daí? Soa tão frio, mecanizado, impessoal...
Não que eu seja uma pessoa avessa à tecnologia, apenas acho que ela não deve ser como uma " religião fundamentalista" ou como um vício, porque para tudo na vida, é fundamental o equilíbrio!

Outro exemplo? Inegável a imensa qualidade das fotos tiradas com as máquinas digitais, sobretudo as mais modernas, ( devido às constantes inovações ); no entanto, pergunte a si mesmo quantas vezes você se flagrou curtindo as fotos? As de antigamente, apesar da trabalheira pra revelar e organizar em álbuns, ou porta retratos, chegam a criar até mesmo uma espécie de atmosfera mística, evocando risonhas e memoráveis lembranças, especialmente se curtidas em família. As fotos copiadas para o computador, quantas vezes as vemos e revemos? Nem tente negar, em regra elas ficam esquecidas...


É, mal de um ser nostálgico viver sob saudade do que passou... Contudo, convenhamos, quem nunca se pegou pensando em como ligeiros costumes refletiam maior calor humano? Acaso já abraçou alguém hoje? Nada como um bom e apertado abraço! Todavia, é assunto para outra ocasião! Até lá, seguirei curtindo meu " ritual" nostálgico, deleitando -me e já a imaginar a sensação gostosa de quem receberá meus cartões! E aproveito para confessar, adoraria que alguém pensasse o mesmo e os mandasse pra mim. Sentiria um carinho tão imenso mediante gesto tão simples, cuja sensação poderia ser perfeitamente resumida em: Não tem preço! E você já mandou o seu?

29 abril 2014

O Santo que tomou Doril

Todo mundo conhece, ou já ouviu alguém que conhece uma daquelas histórias que parecem piada, mas a pessoa jura de pés juntos que aconteceu. Como no caso da Inês, que jura ser verdade, todas as vezes em que narra o caso do santo que sumiu. Inês, como qualquer garota romântica, sonha em encontrar o princípe encantado, casar e ser feliz pra sempre! Ou enquanto durar... Mas enfim, a moça faz planos de uma vida a dois. Acontece que a timidez é um obstáculo, privando-a de oportunidades. Eis que assim, durante sua adolescência, era a única dentre as amigas que não tinha namorado. E todos sabem que na adolescência, tal costuma ser encarado como um problema de proporções catastróficas! Assim, não é de se estranhar que Inês, conforme reza a lenda, tenha feito também suas promessas a Santo Antônio, o popular santo casamenteiro. Com direito a requisitos específicos, inclusive porte físico! Bem, como pressa e impaciência costumam sempre andar juntas, nada que um "castigo" para o santo não resolva! Pobre santo, foi colocado de cabeça para baixo atrás da cabeceira da cama.

Hum... Isso vai dar bode! O leitor pode pensar! O fato é que, a moça jura de pés juntos que após tal promessa, viva alma não soube mais do paradeiro da estátua. Você não lembra aonde a colocou, disseram alguns. Deve ter se perdido na mudança, diziam outros. Só que Inês insiste na tecla de que apenas colocara o santo de castigo, não o havia tirado. Ninguém de sua casa havia visto a estátua! E agora? Teria tomado doril? Como pode ter sumido? A garota conta e recontamento tal caso; anos depois e há quem acredita se tratar de piada de mau gosto! Entretanto, piada mesmo é ter de aturar as gracinhas de dona Raimunda. Moça trabalhadeira que conhece a Inês desde menina. Diz dona Raimunda: também tu queria o que menina? Faz pedido difícil, fazer o que? O santo fugiu! Ele deve ter pensado assim: guria maluca, quer o impossível...

Anos se passaram e até hoje Inês se pega pensando que fim levou o santo? Dona Raimunda continua com a gracinha e a quem ouve o caso, ri pensando ser uma brincadeira, uma piada... Inês jura que não! Jura que, como diria aquela famosa propaganda, o santo tomou doril...e sumiu!

Brigando com o Tempo

Há quanto tempo hein? Já estava com saudades de postar por aqui... Contratempos, sobretudo estudos, tem me "roubado" tempo! E quão carrasco pode ser o tempo não é mesmo? Logicamente, estava com saudades de meus posts, minhas críticas, minhas crônicas...
Antes um aviso, resolvi que reviews de séries, a partir de agora, vão ficar restritas ao blog Seriados Filmes & Afins. E o Espaço da Palavra fica para desabafos, rascunhos de minhas crônicas, talvez; quem sabe, críticas ao cenário político. E tentarei aparecer mais vezes, nem que pra isso tenha que criar a coluna desabafos de um Concurseiro, rs. Agradeço ao carinho dos leitores fiéis a esse singelo espaço que se pretende literário; e contando com a paciência, agradeço à fidelidade dos leitores. E como a última postagem foi em 2013 e já estamos quase no fim do primeiro semestre de 2014, ainda que deveras atrasado, um ótimo ano, repleto de vitórias e bênçãos!

Atenciosamente, Lílian Soares

10 outubro 2013

The Vampire Diaries / I Know What You Did Last Summer

Review S05E01 / Season Premiere

Ano novo, vida nova e TVD estreia a 5 temporada mostrando fôlego de sobra para novos mistérios; já volto a eles. Antes quero destacar duas coisas: definitivamente, Paul Wesley fica muito melhor na pele de vilão – com o perdão das teams Stefan – e, amei as cenas calientes de Delena. Contudo, vamos ao que interessa, rs.

Ao que tudo indica, a poderosa bruxa Bonnie atravessou o “véu” para o outro lado. No entanto, talvez para não gerar alarde, e com a ajuda de Jeremy, o curso da vida segue normalmente, com Elena ansiosa com as vivências de faculdade; acreditando que a amiga apenas viaja mundo afora. Caroline – mais uma vez reduzida a uma chorona e pró-Stefan – irá dividir o alojamento com a Gilbert em busca de novas aventuras.

Todavia nem tudo é tão tranquilo quanto a priori possa parecer. Meg, é a mais nova colega de quarto das jovens vampiras e, apesar do jeito tímido e desinteressado, pode saber bem mais do que se possa imaginar. Só que antes que algo mais pudesse ser descoberto, a personagem é assassinada por um atacante misterioso e Caroline pega o seu celular de modo a apagar os vestígios que as ligassem a vítima. Para aumentar ainda mais o mistério, Elena descobre uma foto da falecida ao lado de seu pai.

Jeremy tenta adaptar-se a vida no colegial – tendo que explicar seu retorno do mortos de modo plausível – porém acaba demonstrando todo seu potencial como caçador ao ser provocado e acaba lhe restando ajudar Damon. Tudo porque surge Katherine que, mesmo como humana, mostra que bota pra quebrar; com seu jeito característico de bitch-mor. E aqui eis outro mistério: Silas quer porque quer encontrá-la. Por qual razão?

Seja qual for o motivo, ele chega perto. Ainda mais quando diz a Damon que a entregue para assim dizer aonde ele deixou Stefan preso. Este, permanece preso e submerso, perdido em seus devaneios. Naturalmente, algum instinto de defesa, de persistência. Matt também aparece brevemente, em companhia de Rebekah e de uma terceira e, depois sendo surpreendido pela tal. Destaque para seus olhos pretos a la Supernatural. O que terá ocorrido ao pobre rapaz?

E Silas? Aparece determinado a mostrar que não medirá esforços ou consequências de maneira a obter o que deseja. E retorna mais poderoso do que nunca. Hipnotiza, se é que se pode dizer assim, uma platéia inteira determinando-os que encontrem Katherine. Além de matar o prefeito, pai de Bonnie, que atônita e perplexa; nada pode fazer para impedir. I Know You Did Last Summer foi um excelente season premiere e já nos deixa curiosos com o que está por vir. Que venham os próximos episódios de TVD.

P.S: Ninguém mais se lembrou daquele filme de mesmo nome? rs

P.S (2): Antes que me esqueça, revelou-se algo importante acerca de Silas, que também consome sangue humano. Os vampiros seriam uma versão deturpada e repugnante de imortalidade, surgida após ele.